Dino afirma que Valadão será responsabilizado por insinuar violência contra a comunidade LGBTQIA+

Por Elton Marques
04/07/2023

Em uma mensagem compartilhada em suas redes sociais nesta terça-feira (4), o ministro da Justiça, Flávio Dino, fez referência a um bolsonarista sem mencionar diretamente o nome de André Valadão, indicando que ele será responsabilizado pelos ataques homofóbicos ocorridos após um incidente verbal em um culto na igreja Lagoinha, localizada em Orlando, nos Estados Unidos.

Dino criticou o indivíduo, classificando-o como um “suposto cristão” que dissemina ódio contra pessoas devido a preconceitos infundados. Segundo o ministro, esse comportamento vai de encontro aos ensinamentos de Jesus Cristo, que pregou o amor, o respeito e a não violência contra as pessoas. Dino ressaltou a frase de Jesus: “Amar ao próximo como a si mesmo”.

Além disso, o ministro destacou que o indivíduo em questão também enfrentará problemas com as leis vigentes e que terá que responder por suas ações. Ao utilizar a expressão “responderá por isso”, Dino deixou implícito que medidas legais serão tomadas para responsabilizar o agressor pelos ataques homofóbicos.

Embora o nome de André Valadão não tenha sido mencionado diretamente, as declarações do ministro deixaram claro seu posicionamento em relação às atitudes do bolsonarista, destacando a incompatibilidade entre o discurso de ódio e os princípios cristãos, bem como a necessidade de cumprir as leis e enfrentar as consequências de tais comportamentos discriminatórios.

Veja também:

Fique por dentro de outros assuntos do mundo do entretenimento e do mundo dos famosos no Instagram @entreter7 e no programa Antena Tarde. De segunda a sexta, às 13h com participação de Alexandre Moreno, na Rede Antena7 e na TV Farol (canal 16.1 em Maceió).

Esse texto pode ter conteúdo produzido por IA como co-autor.

POLÊMICA