Coluna

Coluna

Farofa Antenada

Ver coluna

Desafio para o novo grupo de comunicação de Alagoas é inovar

Por Alexandre Moreno e Junior Calheiros

A nova emissora de TV de Alagoas, TV Elo, já iniciou os testes de transmissão através do canal 28.1. Embora a emissora conte com a experiência de três décadas do grupo que mantém a TV Asa Branca, afiliada da Globo em Caruaru, os profissionais que farão o canal terão grandes desafios pela frente.

Um desses desafios será cobrir as lacunas deixadas pelos veículos locais, o que pode ser o melhor caminho para conquistar espaço em Alagoas. As três principais emissoras de TV de Alagoas se limitam a informar o público em seus programas principais que vão ao ar apenas de manhã cedo, meio dia e noite, normalmente com notícias requentadas. A TV Elo pode trazer o imediatismo da internet e das redes sociais para a TV, com plantões ao vivo direto da rua, algo que nunca aconteceu nas demais emissoras.

Outro desafio é trazer a linguagem e o dinamismo da internet para a TV, afinal de contas, a televisão aberta hoje é a segunda tela e não mais a primeira. A interação é indispensável e hoje é tudo muito fácil e prático, sem a necessidade de muitos recursos tecnológicos de ponta. Basta um telespectador fazer uma chamada de vídeo e pronto, ele está no ar, ao vivo dando sua opinião ou mostrando o problema que está acontecendo na sua rua.

Além disso, é importante inovar nos formatos. Em Alagoas, as revistas eletrônicas costumam ser programas de entrevistas, enquanto os programas policiais trazem humor sem graça e são transmitidos ao vivo de delegacias. O jornal da manhã costuma falar de feiras e trânsito, informações que já estão disponíveis nos aplicativos dos celulares, e o noticiário da noite raramente traz informações relevantes. Por que não utilizar drones ao vivo para uma cobertura mais dinâmica?

Ao cobrir as lacunas deixadas pelos veículos locais, trazer a linguagem e dinamismo da internet para a TV e inovar nos formatos, a TV Elo tem a oportunidade de se destacar no mercado televisivo de Alagoas e conquistar um público cativo. Resta aguardar o lançamento oficial da emissora e ver como ela irá abordar esses desafios.

Deixe o seu comentário:

Comente