Brothers podem pegar 5 anos de prisão por crime de intolerância religiosa

Por Redação
22/02/2023

Recentemente, três participantes do “Big Brother Brasil 23” (Globo) – a jogadora de vôlei Key Alves, de 23 anos, o fazendeiro Gustavo Benedetti, de 27 anos, e o empresário Cristian, de 32 anos – se envolveram em uma polêmica dentro da casa. Eles foram acusados de intolerância religiosa contra Fred Nicácio, de 35 anos, que pratica a religião Ifá, de origem nigeriana. Como resultado, Key e seu namorado perderam seguidores nas redes sociais, e Fred foi eliminado do programa na última terça-feira (21/02), com 48.325 votos do público. No entanto, as consequências para os participantes podem ser ainda mais graves fora do reality show.

De acordo com o colunista Gabriel Perline, do “IG”, a equipe jurídica de Fred Nicácio denunciou Key, Gustavo e Cristian à Globo. Isso significa que o caso pode ser levado aos tribunais após o término do programa. Os comentários feitos pelos participantes sobre a religião de Fred foram considerados um ato de intolerância religiosa, que é considerado crime e pode resultar em uma pena de até 5 anos de prisão.

Veja também:

Fique por dentro de outros assuntos do mundo do entretenimento e do mundo dos famosos no Instagram @entreter7 e no programa Antena Tarde. De segunda a sexta, às 13h com participação de Alexandre Moreno, na Rede Antena7 e na TV Farol (canal 16.1 em Maceió).

Esse texto pode ter conteúdo produzido por IA como co-autor.

BBB